100%

Acidente de trabalho: Ente pode ser obrigado a quitar imóvel de agentes de segurança

Os problemas envoltos na área da segurança pública têm estado presente, de forma mais intensa, na pauta social e política. Dentre os textos que tratam do assunto, em tramitação no Congresso Nacional, um projeto obriga Estados, Distrito Federal e Municípios a quitarem os imóveis financiados por órgãos públicos e adquiridos por membros da segurança pública que entraram para a reserva após acidente de trabalho.

De acordo com o Projeto de Lei 8.556/2017, do deputado Laudivio Carvalho (SD-MG), a medida deve amenizar o drama vivido pelos agentes da segurança pública que não mais podem contribuir para a proteção da sociedade. Pela proposta, são considerados membros da segurança pública os policiais – federais, civis, militares, rodoviários e ferroviários –, os bombeiros, os agentes penitenciários, os agentes socioeducativos e os guardas municipais.

O PL tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania. Para o autor da matéria, “como os beneficiados são servidores que estão sempre colocando em risco as suas vidas para proteger a sociedade, nada mais justo que o Estado interceda junto a estes policiais quando forem afastados por fatalidades”.

Recursos

Também está em análise na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei Complementar 456/2017, do Senado Federal, que garante repasses de recursos da União para a área de segurança pública mesmo para Estados e Municípios inadimplentes. O texto altera a Lei Complementar 101/2000 de Responsabilidade Fiscal (LRF), que prevê que o descumprimento de certas obrigações por parte dos Entes federados gera a suspensão de transferências voluntárias de recursos da União.

A lei abre exceções para as áreas de saúde, educação e assistência social. A proposta inclui nesta lista a segurança pública. O autor do projeto, senador Omar Aziz (PSD-AM), argumenta que mais de 96% dos Municípios estão inadimplentes com alguma obrigação e sofrem com a falta de recursos para áreas essenciais. A proposta ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania; e pelo Plenário.

Com informações da Câmara


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios

Notícias

Ministério da Saúde faz apelo para tentar alcançar meta de vacinação
Ministério da Saúde faz apelo para tentar alcançar meta de vacinação

O inverno está chegando e, com ele, aumenta a circulação do vírus da gripe, que pode levar à morte. Preocupado com as baixas coberturas vacinais registradas na Campanha Nacional de Vacinação contra a doença, o Ministério da Saúde prorrogou a vacinação até o dia 22 de junho. Também é preocupante o número de casos e mortes registrados no Brasil em decorrência da gripe. O número de ocorrências já dobrou em comparação com o mesmo período do ano passado. O secretário de...

Bate-papo com a CNM aborda o papel do Legislativo nos Consórcios Públicos Intermunicipais
Bate-papo com a CNM aborda o papel do Legislativo nos Consórcios Públicos Intermunicipais

O Bate-papo com a CNM desta sexta-feira, 23 de março, terá como tema Consórcios Públicos Intermunicipais: qual é o papel do Poder Legislativo? Na atividade, a consultora da Confederação Nacional de Municípios (CNM) na área de Consórcios, Joanni Henrichs e o técnico do setor jurídico e do Projeto Vereadores na CNM Kim Borges Damasceno vão detalhar como os vereadores podem atuar na constituição e na gestão dos consórcios públicos. O Bate-papo é online e se inicia...

Acidente de trabalho: Ente pode ser obrigado a quitar imóvel de agentes de segurança
Acidente de trabalho: Ente pode ser obrigado a quitar imóvel de agentes de segurança

Os problemas envoltos na área da segurança pública têm estado presente, de forma mais intensa, na pauta social e política. Dentre os textos que tratam do assunto, em tramitação no Congresso Nacional, um projeto obriga Estados, Distrito Federal e Municípios a quitarem os imóveis financiados por órgãos públicos e adquiridos por membros da segurança pública que entraram para a reserva após acidente de trabalho. De acordo com o Projeto de Lei 8.556/2017, do deputado Laudivio...

Entidade convida gestores para apresentação do sistema de fiscalização do ISS
Entidade convida gestores para apresentação do sistema de fiscalização do ISS

No dia 21 de fevereiro, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) irá promover o encontro de apresentação do sistema de fiscalização do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). O evento será realizado na sede da entidade, em Brasília. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas diretamente pelo site da Confederação. Com as alterações da Lei Complementar 157/2016, o recolhimento do ISS passou a ser devido no local do tomador serviço nas transações de...

Implementação do eSocial se dará por fases a partir do primeiro semestre deste ano
Implementação do eSocial se dará por fases a partir do primeiro semestre deste ano

O Comitê Gestor do eSocial anunciou que o cronograma de implantação do sistema será realizado em cinco fases a partir do primeiro semestre de 2018. No primeiro momento, a medida é voltada para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões anuais, que passam ter a utilização obrigatória do sistema a partir de 8 de janeiro de 2018. Esse grupo representa 13.707 mil empresas e cerca de 15 milhões de trabalhadores, aproximadamente 1/3 do total de trabalhadores do país.A...